Lançamento da Obra

Notícias

Lançamento da Obra

Data da publicação: 12/04/2019 11:03:26

Na noite de ontem(11), na Sala Nobre da Unidavi, aconteceu o lançamento do Livro Neguinho da Beira: vozes e olhares da favela, escrito por Dalmir Seraphim. "Da Beira eu lanço um olhar para a cidade, a obra relembra o dia a dia da antiga favela de Rio do Sul", comenta o escritor.

O livro é um resgate da cultura da cidade e reconta a história dos beirenses, moradores da antiga favela que existiu entre 1920 e 1980. "Sou professor de Língua Portuguesa há 32 anos e morador da Beira, este foi o principal fator que me influenciou a escrever a obra", ressalta.

A ideia, além de relembrar os fatos, foi salientar principalmente a política de desocupação da favela. "Não é fácil escrever toda a história, pois eu não vivi toda ela, o que posso relatar, são os fatos acontecidos lá e o modo de vida dos beirenses, as dificuldades do trabalho, principalmente das mulheres, do trabalho dos jovens como engraxates e as particularidades de alguns personagens da favela", complementa Dalmir.

José Miguel da Costa, morador da Beira e colaborador na construção do livro, fala sobre como era divertido os momentos por lá. "A Beira ficava onde, hoje, é o Elevado José Thomé. Tinha a Venda da Dona Palmira, onde comprávamos comida. Às vezes pagávamos, às vezes anotávamos na caderneta. Tinha um salão de bailes que era do meu avô. Quando tiraram estas duas maravilhas, acabou o divertimento, pois o Carnaval de Rio do Sul nasceu ali, na Beira", relembra.

A obra está à venda nas livrarias e foi contemplado através do Prêmio Nodgi Pellizzetti, patrocinado pela Fundação Cultural de Rio do Sul e da Prefeitura.

Compartilhe nas Redes Sociais