Bolsas de Estudo

O que é?

O PROUNI – Programa Universidade para Todos, é um benefício do Governo Federal que tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação, até o final do curso.

Quais os requisitos?

Ter realizado a prova do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM no ano equivalente ao que entrar para a Graduação.

Ter, obrigatoriamente, terminado o Ensino Médio em escola pública ou ter sido bolsista integral em escola particular.

Atingir até 450 pontos no ENEM.

Como proceder?

Assim que o candidato recebe o resultado com a nota do ENEM deve se inscrever para o Prouni no site:

http://prouniportal.mec.gov.br/index.php, e aguardar o resultado. Quando ele for pré-selecionado, deve comparecer a instituição em que se candidatou para fazer a comprovação das informações e aguardar a análise socioeconômica.

Quais as porcentagens de Bolsa?

Bolsa integral: para estudantes que possuam renda familiar mensal, per capita, de até um salário mínimo e meio.

Bolsa parcial de 50%: para estudantes que possuam renda familiar mensal, per capita, de até três salários mínimos.

O que são vagas remanescentes?

As vagas remanescentes são identificadas na finalização do processo do Prouni em cada semestre. Essas vagas são oferecidas nos casos de não preenchimento das vagas nas chamadas anteriores.

E no caso de haver reprovações?

O estudante, seja bolsista integral ou parcial, para se manter no Prouni, deverá ser aprovado em, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo. Exemplificando: um estudante que cursa quatro disciplinas em um período letivo, deverá ser aprovado em, pelo menos, três disciplinas, o que representa um percentual de aprovação de 75%. Caso seja aprovado em apenas duas disciplinas, poderá ter a sua bolsa encerrada, visto que totalizou somente 50% de aproveitamento.

O que é?

É um Programa fomentado pelo Estado de Santa Catarina, destinado a concessão de bolsas de estudos, pesquisa e extensão para o pagamento total ou parcial das mensalidades dos alunos economicamente carentes e regularmente matriculados.

Como proceder?

O aluno deve aguardar o edital ser publicado, nas datas previstas, preencher o Cadastro Socioeconômico e agendar dia e hora para realizar a entrega dos documentos. Assim que os documentos forem entregues, será feita a análise socioeconômica e determinado o percentual de bolsa para o aluno.

Qual o tempo do benefício?

A duração da bolsa é semestral, devendo ser renovado no segundo semestre letivo do ano.

Quais os requisitos?

Não ter concluído outro curso de graduação (exceto licenciatura curta);

Não cursar mais de uma graduação;

Trazer todos os documentos solicitados no Edital. Na falta de qualquer documento a solicitação não poderá ser acatada;

Comprovar participação em Programas e Projetos Sociais, durante 20 horas semestrais. O aluno entrará no site da UNIDAVI e irá escolher a Entidade e o Projeto que ele irá acompanhar. Assim que realizadas 20 horas de participação, solicitará uma Declaração de Conclusão do Projeto à entidade beneficiada, que será entregue a SAE nos prazos previstos;

Fazer a renovação semestral da situação socioeconômica, onde preencherá o cadastro novamente e trará os documentos para a atualização, sendo que, se a condição socioeconômica permanecer estável o percentual de bolsa continuará, porém, se houver alterações também poderá ser alterado o percentual de bolsa.

E no caso de haver reprovações?

O aluno que obtiver uma reprovação por frequência ou duas reprovações por nota, estará impedido de candidatar-se à bolsa para o próximo semestre que cursar.

Como é divulgado o resultado?

A Secretaria Acadêmica divulga, após a aprovação da bolsa, no site www.unidavi.edu.br, o Relatório de Resultados do Processo de Bolsas de Estudo, ficando, o acompanhamento, sob inteira responsabilidade do acadêmico.

Qual Lei trata do ARTIGO 170?

Lei Complementar n° 281, de 20 de janeiro 2005;

Lei Complementar n° 296, de 25 de julho 2005;

Lei Complementar n° 420, de 01 de agosto 2008;

Lei Complementar n° 509, de 05 de agosto 2010;

Lei Complementar n° 546, de 27 de setembro 2011;

O que é?

Um Benefício destinado à concessão de bolsas de estudos, pesquisa e extensão integrais a acadêmicos economicamente carentes, fomentado pelo Governo de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado da Educação – SED.

Como proceder?

O aluno deve aguardar a publicação do edital, nas datas previstas ele preencherá o Cadastro Socioeconômico e agendará dia e hora para fazer a entrega dos documentos. Assim que os documentos forem entregues, será feita a seleção dos acadêmicos, conforme os números de bolsas ofertadas no semestre.

Quais os requisitos?

Ter cursado todo o Ensino Médio em escola de rede pública ou em instituição privada com bolsa integral;

Residir em Santa Catarina por, no mínimo, dois anos;

Ser economicamente carente;

E no caso de haver reprovações?

O acadêmico que recebe bolsa de estudos através do Artigo 171 deve possuir 100% de aproveitamento acadêmico. Não poderá, em hipótese alguma, ter reprovações em qualquer dos semestres.

Qual Lei trata do ARTIGO 171?

Lei Complementar nº 407, de 25 de janeiro de 2008;

Lei Complementar nº 583, de 12 de dezembro de 2012;

Decreto nº 2.450, de 15 de julho de 2009;

Decreto nº 2.672, de 05 de outubro de 2009;

O que é?

É a aplicação, por parte da UNIDAVI, conforme determina a legislação federal em bolsas de estudo. As bolsas concedidas são de 50% ou 100%, conforme análise socioeconômica do grupo familiar do acadêmico.

Como proceder?

O aluno deve aguardar a abertura do edital. Nas datas previstas ele preencherá o Cadastro Socioeconômico e agendará dia e hora para entrega dos documentos. Assim que os documentos forem entregues, será feita a análise socioeconômica e determinado o percentual de bolsa para o aluno.

Qual o tempo do benefício?

A duração da bolsa é anual, desde que o aluno tenha o aproveitamento acadêmico exigido.

Qual o percentual da Bolsa?

Poderá ser de 50% ou 100%.

Quais os requisitos?

Não ter concluído outro curso de graduação (exceto licenciatura curta);

Não cursar mais de uma graduação.

Os acadêmicos que residem sozinhos e que possuam 24 anos ou menos, deverão apresentar, além de seus documentos, toda a documentação de renda, despesas e bens do grupo familiar;

Trazer todos os documentos solicitados no Edital. Na falta de qualquer documento o pedido de Bolsa de Estudo não será acatado;

E no caso de haver reprovações?

O aluno que obtiver uma reprovação por frequência ou duas reprovações por nota, estará impedido de candidatar-se à bolsa para o próximo semestre que cursar.

Como é divulgado o resultado?

A Secretaria Acadêmica divulgará, após a seleção das bolsas no site www.unidavi.edu.br o Relatório de Resultados do Processo de Bolsas de Estudo, ficando, o acompanhamento, sob inteira responsabilidade do acadêmico.

Qual Lei trata da Bolsa Filantropia – Nossa Bolsa

Lei nº 12.868, de 15 de outubro de 2013

O que é?

Concedido para quem desenvolve Projetos de Iniciação Científica. São fomentados pela UNIDAVI e pelo Governo do Estado de Santa Catarina

Como proceder?

Aguardar a publicação do edital emitido pela Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão – PROPPEX, e, nas datas previstas, cumprir as exigências propostas no referido documento.

Quais as modalidades de Bolsas?

Bolsas Institucionais:
a) Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC;
b) Programa Institucional de Bolsas de Extensão – PIBEX;
c) Programa de Grupo de Pesquisa;

Bolsas Governamentais:
a) Bolsa através do Artigo 170;
b) Bolsa por meio do Artigo 171.

O que é?

É um Programa Interno, destinado à concessão de bolsas de estudos para alunos do Ensino Médio das escolas do Alto Vale, mediante sorteio.

Como proceder?

Participar das atividades propostas pelo Evento Raio-X – Conheça a UNIDAVI por dentro;

Entregar o cupom de identificação, preenchido, ao final do evento;

O participante sorteado deverá submeter-se aos testes seletivos, quer por vestibular ou por seleção através da prova online para ingressar no primeiro semestre do ano letivo.

Quais os requisitos?

Ter concluído ou ser concluinte do Ensino Médio no ano em que acontece o evento;

Não possuir diploma de curso de graduação.

Como funciona?

O participante deve fazer a matrícula em um dos cursos oferecidos no primeiro semestre do ano letivo, caso não faça, perderá o direito ao prêmio em relação aos demais semestres.

O participante sorteado, poderá se beneficiar do prêmio de 50% de desconto nas mensalidades somente em um curso, podendo ser nos campus de Taió, Presidente Getúlio, Ituporanga ou Rio do Sul, oferecido no 1º semestre do ano letivo.

O participante que receber o prêmio de 50% de desconto nas mensalidades e vir a ser reprovado por frequência, perderá a concessão do benefício.