| Objetivo

Capacitar professores em tecnologias digitais aplicadas à educação, visando a melhoria da qualidade do ensino nas escolas.

| Público Alvo

O curso é destinado preferencialmente Professores, Coordenadores Pedagógicos, Assistentes Técnicos Pedagógicos, Supervisores e Orientadores Educacionais, Administradores e Gestores Escolares, profissionais da área de tecnologia da informação atuando na rede pública das escolas de Santa Catarina. A formação dos profissionais da educação deste curso tem como foco conduzir e envolver os educadores das novidades frente aos avanços tecnológicos no campo da inovação, visando promover aprendizagens com as múltiplas linguagens das áreas de conhecimento das tecnologias digitais, ampliando a qualidade de ensino e aprendizagem dos alunos envolvidos no campo escolar.

| Justificativa

A proposta de oferta do Curso de Pós-graduação Lato Sensu - Especialização Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação pela UNIDAVI justifica-se, entre outras questões, pela importante decisão do Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado da Educação e sua equipe de gestão proporcionar a oferta de curso para professores mediante a demanda sinalizada para as cidades de Taió, Ituporanga e Ibirama, e da qual este Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí na região de sua abrangência, apresenta a proposta constituída visando atender o desafio inovador para formação de professores. Visando participar e atender o Edital n. 3103/SED/2021 nas exigências e orientações a UNIDAVI, via a área dos cursos de Pós-Graduação apresenta a proposta para Credenciamento de Instituições de Ensino Superior para a concessão de bolsas de estudo para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação na modalidade presencial, mantido pelo Programa de Bolsas do Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento de Educação Superior UNIEDU/FUMDES. Seguindo nossa missão faz sentido abraçar a causa da educação e oferecer o Curso Direcionado de Especialização em Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação para as cidades Taió ( SC) , Ituporanga (SC) e Ibirama (SC), porque esta proposta tem em sua lente a educação inovadora, assim, a formação foi organizada em uma estruturada pedagógica e prática com foco nas inovações e suas interfaces, visando desenvolver debates aprofundados no campo tecnológico e educacional especialmente na área dos saberes, tendências tecnológicas do futuro, metodologias educacionais ativas, instigando os alunos a desenvolver propostas e projetos de interesses educacionais e locais utilizando a tecnologia nas escolas. Essa formação em Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação , será uma excelente oportunidade para os educadores começarem a mudança de hábitus no campo educacional catarinense. A educação e seus atores sociais envolvidos no processo educacional de formação das futuras gerações, e todos, tem se deparado com os impactos decorrentes dos avanços das inovações tecnológicas e suas interfaces. Portanto, para exercer e função de profissional frente à docência nesse contexto contemporâneo, onde tudo corre rápido demais, muda e transforma as relações nos processos produtivos de forma veloz, e desta forma põe exigências a todos nós para mudar as ações no âmbito escolar. Em linhas gerais, envolve o entendimento, a observação do que existe, implementação, bem como a busca de estratégias para renovação, a capacidade para transformar-se e transformar. Assim, para que a inovação ocorra é preciso aceitar a primazia da mudança. Neste aspecto, Messina (2001, p. 228) destaca que a mudança implica passar ou transitar de uma situação ou de um estado ou condição para outro. A mudança é uma viagem, uma passagem, uma virada que é tão animadora quanto ameaçante. Mudar implica desnaturalizar ou distanciarmo-nos do hábitus que nos constitui, que é tão estruturante quanto estruturado, separarmo-nos desses modos de sentir, pensar e agir. Portanto, para que a mudança ocorra e a inovação seja implementada, primeiro, é preciso que se detecte e se aceite a premência e a relevância de inovar, quer seja no campo educacional ou na relação com outras esferas de valores na sociedade, a exemplo: no contexto do mundo do trabalho. Dessa forma os educadores e os alunos que se encontram num espaço de diferentes realidades culturais, estabelecem relações de troca constante e convivem com mundo das informações e conhecimentos que avançam rumo a exigências cada vez maiores. Os jovens de hoje intensificam seus conhecimentos a partir de seus significados e sentimentos, e por muitas outras vias de sua condição social. Buscam, fora e para além da escola, alternativas para nortear a realização de seus projetos de vida, seus interesses próprios que estão muito próximo da condição cultural e econômica. Assim sendo, a própria Base Nacional Comum Curricular aponta que nesta direção as capacidades intelectuais e expressivas; ampliam e aprofundam vínculos sociais e afetivos; e refletem sobre a vida e o trabalho que gostariam de ter. Encontram-se diante de questionamentos sobre si próprios e seus projetos de vida, vivendo juventudes marcadas por contextos culturais e sociais diversos. (BNCC, 2017, p. 473). Esse perfil de alunos precisa ser compreendido pelos profissionais da educação, entendendo que essa organização pode ser conquistada a partir da proposta desta especialização que visa aproximar os atores da escola e suas realidades sociais, ao mundo da inovação e suas tendências em educação como um atrativo para promover a curiosidade na aprendizagem dos alunos, sem perder o foco no aluno com a lente direcionada para as construções inovadoras presentes nas linguagens científicas. Para Messina (2001, p. 227), a inovação foi definida como processo multidimensional, capaz de transformar o espaço no qual habita e de transformar-se a si próprio. Neste âmbito, a inovação pode ser abordada como um procedimento que procura habilidade e capacitações, onde a aprendizagem é um modo de fundamentação das instituições que conduzem o capital social no processo de inovação (NELSON; SAMPAT, 2001). Compreendemos que esta formação é uma oportunidade para os municípios de Taió (SC), Ituporanga ( SC) e Ibirama ( SC) pois emerge em momento importante de mudança social e política para o Estado de Santa Catarina, com o propósito de promover mudanças no campo educacional das escolas. Envolverá os professores e demais atores, vai aproximar espaços de discussões, debates reflexivos entre áreas de conhecimentos afins como forma de instigar a criatividade e alavancar iniciativas de empreendedorismo local e sustentável e desenvolver por meio dos saberes da inovação e das tecnologias digitais a melhoria da qualidade do ensino. Outro aspecto a ser valorizado mediante esta proposta de formação é levar a informação de forma a esclarecer a relação entre as duas esferas de valores, a da inovação e da invenção. Para Bourdieu (2004, p. 54) o momento da invenção e o momento da inovação, entendida no sentido da tradição econômica dá a essa palavra, isto é, como transformação de invenções científicas em inovações geradoras de novos produtos e de novos lucros no mundo econômico. O debate deve ser construído para que ocorra a passagem da invenção à inovação, sendo necessário passar e trilhar o caminho da comunicação entre o campo científico e o campo econômico (BOURDIEU, 2004). É notório o momento que exige a elaboração e a implementação de um plano de mudança que sustente o processo educativo no paradigma da aprendizagem para o qual a formação docente é pilar para a assertividade do processo.

| Perfil do Formando

O egresso do curso de pós-graduação em Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação terá capacidade para envolver-se e aprender novos temas, avaliar e aplicar conhecimentos das tecnologias digitais e da inovação em educação, estar aberto a adotar na prática novas metodologias de ensino de maneira inovadora, não sendo o detentor do conhecimento, mas um facilitador, mediador, da relação entre inovação e as mudanças contemporâneas educacionais do mundo tecnológico.

Disciplinas do Curso

Conheça as disciplinas do curso de Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação

Ferramentas Digitais Educacionais


24

Desenvolvimento e Aprendizagem: bases Neurológicas e Afetivas


24

Lógica na Educação


24

Metodologias Ativas


24

Educação Criativa com Aplicação de Design e Visual Thinking


24

Tecnologias Assistivas


12

Cultura e Educação Maker


24

Game Design aplicado nas Metodologias Ativas


24

Robótica e Metodologia STEM na Educação


24

Storytelling aplicado à Educação


24

Aprendizagem Mobile


24

Redes Sociais na Educação


24

Games e Mundos Virtuais na Educação


24

Tendências em Tecnologia Educacional


12

Empreendedorismo social


12

Desenvolvimento Profissional Docente e Práticas Pedagógicas Inovadoras


24

Metodologia da Pesquisa


12

Investimento

Gratuito

Presencial

São 35 vagas, onde os 25 primeiros classificados recebem um auxílio mensal de R$850,00 durante todo o curso, sendo R$ 569,00 para pagar o curso e o(a) aluno(a) recebe R$ 281,00 para custeio de demais despesas. As outras 10 vagas são gratuitas e sem bolsa adicional.

Matricule-se